Categorias
Crônicas

Animax, parte da minha história como ilustrador

Comecei a desenhar quando tinha nove anos de idade. Com essa idade eu já tinha assistido alguns desenhos japoneses como Akira e Zillion e já curtia muitos tokusatsus (séries japonesas como Jiban e Jiraya), mas foi com Cavaleiros do Zodíaco que eu realmente me apaixonei por esta forma de arte japonesa.

Na pequena cidade onde eu morava nesta época não existia uma banca de revistas se quer, então eu precisava aproveitar quando meus pais iam até a cidade vizinha para acompanhá-los e torcer para que tivessem como me comprar umas revistas informativas sobre animes e séries japonesas.

Com a revista HERÓI e suas matérias de capa sobre Cavaleiros do Zodíaco é que comecei a copiar os primeiros desenhos da minha vida. Mas foi com a chegada da revista Animax que eu realmente conheci os grandes animes e estilos de desenhos que realmente me interessavam.

Fazia de tudo para conseguir a nova Animax que saía nas bancas, o que nem sempre era possível. Mas quando eu conseguia era uma festa! Corria para ler e descobrir mais animes que eu nunca tinha visto e aproveitar para “chupinhar” os estilos de traços dessas “novas” séries.

Essa revista foi a responsável por eu ter evoluído e buscado cada vez mais diferentes animes com diferentes estilos de desenho. Durante anos foi minha principal referência e acompanhou também minhas primeiras aventuras com histórias em quadrinhos.

Hoje não me prendo mais somente no estilo japonês, mas não posso negar a grande influência que ele teve sobre minha arte. Por isso fiquei muito feliz de ter encontrado o blog Animax Magazine do Sérgio Peixoto, editor da revista Animax. Nele pude rever as primeiras capas desta importante revista e relembrar um pouco meus tempos de ultra-fã de desenhos japoneses. Gosto muito de olhar para o passado e ver o que realmente ajudou a me tornar artista e ilustrador.

Por Marcus Beck

Sou quadrinista, desenvolvedor de software, marido da Lu e pai da Laura.

Ver arquivo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *