em Quadrinhos

Muita gente se pergunta se é preciso saber desenhar para criar uma história em quadrinhos. Pode parecer uma pergunta absurda, mas na verdade não é.

Para começar é preciso entender o que é “saber desenhar”. Afinal de contas, aprendemos a fazer homens-palito desde a infância e isso pode ser considerado saber desenhar.

Você já deve ter visto diversas tirinhas espalhadas pela internet que são basicamente homens-palito interagindo. Podem até achar uma arte “tosca”, mas algumas dessas tirinhas são as mais engraçadas que já li!

Sem dúvida a arte é parte importante de uma história em quadrinhos, afinal é a ferramenta que escolhemos para contar a história. Só que assim como um escritor escolhe bem as palavras que mais encaixam no tipo de história que quer escrever, o quadrinista deve fazer o mesmo com o estilo de desenho que quer usar.

Nem sempre é preciso ser um mestre na arte de ilustrar para criar boas histórias em quadrinhos. O que vale é ser bom em narrativa visual, que é a verdadeira arte de um quadrinista. É importante sempre lembrar disso.

Portanto se você acredita que não pode criar sua primeira HQ porque acha que suas ilustrações não são boas o bastante, vou te mostrar uns estudos de caso que podem lhe impressionar. Fugindo um pouco dos homens-palito das tirinhas, é claro.

Você conhece a série de quadrinhos One Punch Man? Que tal dar uma olhada na webcomic original. A versão que se popularizou no ocidente é um “remake” da original desenhada por um desenhista de mangá profissional (e incrível) chamado Murata Yuusuke.

One Punch Man comparação

Na esquerda a arte original, na direita o remake. Note que a narrativa não mudou nada!

A série ficou famosa mesmo com a arte de “ruim”. A qualidade da história era tão boa que mesmo o remake manteve os mesmos personagens, os mesmos arcos… basicamente só mudou a arte para algo que o mercado editorial japonês aceita melhor.

E que tal os primeiros capítulos da série em quadrinhos Attack On Titan? Digamos que não é a arte mais bonita que você já viu em páginas de mangá, não é? Não chega nem perto da beleza de uma HQ como Berserk, por exemplo. Mesmo assim foi um sucesso enorme por conta da qualidade de sua história.

Uma boa história, uma boa narrativa, personagens interessantes com os quais o leitor se identifique. Isso é muito mais importante do que “saber desenhar”.

Devemos sempre continuar trabalhando para melhorar nossa arte, mas não deixe de começar aquele projeto de histórias em quadrinhos porque acha que seu desenho não é bom o bastante. Foque no que interessa: a história!

Até mais!

Deixe seu comentário