em Quadrinhos

Criando roteiro de história em quadrinhos

Ontem foi o dia de sentar e repensar o roteiro do final da minha história em quadrinhos atualmente em produção.

Aproveitando o embalo do vídeo Criando uma História em Quadrinhos – Parte 3: O roteiro eu vou aproveitar para mostrar aqui (e com ainda mais detalhes na lista VIP) o dia-a-dia da criação de uma HQ.

Usei o método de Layouts que eu explico no vídeo para reescrever o final da história. Eu usei esse método durante todo o processo de criação dessa história.

Desenho o layout da página na lateral e os textos dos balões logo ao lado, marcando de qual balão é aquele texto. Dá uma olhada como fica.

Lembrando que esse método normalmente é um complemento de algum outro processo que foi feito antes.

Aqui eu já tenho a ideia bem definida, os personagens desenvolvidos e o rascunho geral da história já escrito. Ou seja, eu já sei o que vai acontecer e por isso tenho a liberdade de já criar o roteiro e os layouts das páginas ao mesmo tempo.

Agora me diga, qual sua maior dificuldade na hora de escrever roteiros? Me fale nos comentários e vamos conversar.

Até a próxima.

Deixe seu comentário

  1. Ola, minha maior dificuldade é na formatação, preciso de um modelo, vi em alguns sites que falam muito do modelo da dark hourse, que é para artistas mais independentes, mas não achei o modelo em questão.

    • Oi, Rodrigo. Não conheço modelos específicos e nem sei qual seria a diferença para que esse modelo dark house seja mais independente ou não… Mas pessoalmente, não vejo utilidade prática em usar um modelo de formatação para roteiro de quadrinhos. Cada roteirista usa seu estilo de roteiro e formata a sua maneira. Eu acredito que você vai descobrir a forma que mais se encaixa para você com o tempo. Não acho que deva se preocupar tanto com a formatação em si =)