em Storytelling

Quando eu comecei a criar quadrinhos eu só pensava em fazer uma história legal, parecida com aquelas que eu lia nas HQs e também via nos desenhos animados da época. Eu não tinha ideia do que era público alvo…

Bom, acredito que isso seja comum para quase todo mundo que começa a fazer quadrinhos ou até contar histórias de forma geral.

Só que quanto mais estudamos sobre storytelling, ou contação de histórias, mais você percebe que os gêneros (suspense, ação, aventura, comédia, etc) e também o público alvo são coisas que definem muito os rumos da nossa história.

Neste vídeo eu respondo uma pergunta sobre os limites que você tem para mostrar violência ou coisas sensíveis a certos públicos em sua história em quadrinhos.

Um spoiler: tudo depende do seu público alvo!

Links úteis para você

Quem sou eu pra falar de público alvo?

Meu nome é Marcus Beck e sou quadrinista e professor de quadrinhos. Meu objetivo é trazer o máximo possível de informação sobre como criar uma história em quadrinhos.

Publiquei minhas webcomics (quadrinhos online publicados na internet) por mais de dez anos e aprendi muitas lições sobre o que deve ou não ser feito para que as HQs sejam as melhores possíveis.

Quando eu comecei a criar meus quadrinhos eu gostaria muito que tivesse conteúdo sobre o assunto para que eu não tivesse que aprender tudo sozinho. É por isso que criei esse canal e também o meu blog, para ajudar quem está passando pela mesma situação que eu estive quando comecei.

Faço o possível para responder todas as perguntas, por isso fique a vontade para comentar com todas as suas duvidas. =)

Deixe seu comentário