em Storytelling

Dicas para fazer uma história que as pessoas queiram ler.

Um tempo atrás eu perguntei para os meus seguidores quais eram os maiores desafios que eles enfrentavam na hora de criar suas histórias em quadrinhos.

O mais citado foi o desenho de cenários, então já falei sobre isso.

O segundo foi a narrativa visual, também falei sobre isso.

Agora o terceiro desafio mais citado foi relacionado à criar histórias que as pessoas queiram ler.

Neste vídeo eu dou alguns atalhos pra você seguir para melhorar esta parte do processo de criação de HQs.

Basicamente o que você precisa fazer é se apoiar em estruturas de histórias que as pessoas já estão acostumadas a acompanhar por mais de 4 mil anos.

Ter um protagonista que tenha uma falha de caráter e que vai ter essa falha “corrigida” ao final da história.

Levar o personagem do ponto A ao ponto B sempre. Sendo o ponto A a situação onde sua falha está mais proeminente e o ponto B onde ela é corrigida.

Esse modelo de história já vem desde a época do teatro grego e foi desenvolvido por Aristóteles.

Se apoie nisso e com certeza mais pessoas vão se identificar com sua história e vão empatizar com seus personagens.

Links úteis para você

Quem sou eu pra falar de história que as pessoas queiram ler?

Meu nome é Marcus Beck e sou quadrinista e professor de quadrinhos. Meu objetivo é trazer o máximo possível de informação sobre como criar uma história em quadrinhos.

Publiquei minhas webcomics (quadrinhos online publicados na internet) por mais de dez anos e aprendi muitas lições sobre o que deve ou não ser feito para que as HQs sejam as melhores possíveis.

Quando eu comecei a criar meus quadrinhos eu gostaria muito que tivesse conteúdo sobre o assunto para que eu não tivesse que aprender tudo sozinho. É por isso que criei esse canal e também o meu blog, para ajudar quem está passando pela mesma situação que eu estive quando comecei.

Faço o possível para responder todas as perguntas, por isso fique a vontade para comentar com todas as suas duvidas. =)

Deixe seu comentário