em Storytelling

Neste vídeo eu apresento cinco dicas para fazer histórias curtas.

Estou sempre falando a importância de começar a fazer quadrinhos através de histórias curtas, por isso fiz mais um vídeo abordando o assunto.

Criar histórias curtas não é fácil, mas se você tiver um foco e entender sobre estrutura de histórias pode fazer um ótimo trabalho!

Segue a transcrição completa do vídeo.

Transcrição do vídeo “5 dicas para fazer histórias curtas”:

Olá, aqui é o Marcus Beck.

No vídeo anterior eu falei sobre como estruturar uma história curta usando uma das minhas HQs como exemplo prático.

Para dar continuidade nesse assunto eu resolvi procurar algumas dicas para criação de histórias curtas.

E aqui estão algumas delas.

Dica número um: limite-se a um personagem principal.

Em uma HQ curta você não terá tanto espaço para desenvolver um grupo de personagens e talvez ainda menos para trabalhar nos coadjuvantes da sua história.

Então busque trabalhar com um protagonista com uma motivação clara.

Imagine uma história de 20 páginas, você não poderá gastar metade só apresentando personagens e suas características e motivações.

Por isso, limite sua história em um personagem principal.

Você irá precisar de coadjuvantes para auxiliar a história, mas não tente desenvolve-los demais.

Dica número dois: use os três atos.

Eu falei mais sobre os três atos no vídeo anterior, vou deixar o link na descrição aqui em baixo e nos cards aqui em cima.

Agora que você já limitou sua história a um personagem, vamos pensar em qual é o conflito ou situação que ele vai enfrentar.

Seguindo a mesma lógica da dica anterior, não tente colocar muitos conflitos em uma mesma história curta.

Escolha um conflito desse personagem e como ele irá fazer para supera-lo e trabalhe isso em sua HQ.

Assim que você tiver escolhido o conflito, você precisa pensar em como a situação irá se desenrolar para que o personagem resolva o conflito, de preferência mudando de alguma forma durante o processo, e como você vai fechar a história.

Relembrando os três atos…

Primeiro ato: apresente o personagem e o conflito.
Segundo ato: o personagem se desenvolve em torno do conflito e a história chega no clímax.
Terceiro ato: o clímax leva o conflito a ser resolvido.

Dica número três: escreva toda a história em uma tacada só.

O que quero dizer com isso é, uma história curta não deve ser muito complexa, deve ter uma ideia geral simples e você provavelmente já sabe como começa e como termina, pelo menos.

Então pegue um lápis ou vá para o computador e escreva tudo que vai acontecer na história de uma vez só.

Não escreva como um roteiro, simplesmente descreva a história toda.

Essa com certeza não será a versão final da sua história curta, mas é o momento onde você começa a fazer sua história acontecer.

No momento que você começa a escrever a história ela começa a tomar forma e fica mais fácil definir as cenas, os conflitos, você começa a “conhecer” o personagem.

Escreva o que vier na cabeça e verá que isso ajuda muito no desenrolar da história.

Depois disso, você começa a transforma-la em um roteiro de quadrinhos.

Dica número quatro: mantenha um caderno de ideias.

Não precisa ser um caderno físico, mas um lugar onde você mantem suas ideias.

Eu costumo guardar tudo em um software de documentos na nuvem, tipo o Evernote ou o Google Drive.

Quando eu tenho uma ideia eu vou direto lá e começo a escrever.

As vezes até esqueço que coloquei por lá…

Uns meses atrás eu encontrei no Evernote uma ideia que tinha escrito em 2015.

A história já estava toda escrita lá, só não tinha os diálogos bem definidos, mas dizia o que deveria ter em cada um.

Agora eu estou trabalhando nela para fazer mais uma HQ curta para publicar no meu Instagram.

Se eu não tivesse escrito em algum lugar essa ideia mais de três anos atrás, provavelmente eu nunca lembraria que algum dia eu tinha pensado nessa história.

Por isso eu deixo essa dica aqui, mantenha um caderno de ideias! Mesmo que a ideia lhe pareça boba agora, anote, porque você pode revisitá-la e usá-la no futuro.

A quinta e última dica: valide sua ideia!

Se você já leu meu ebook gratuito Como criar uma História em Quadrinhos, que tem o link para baixar aqui na descrição do vídeo, você já deve saber que essa dica não serve apenas para histórias curtas.

Apresente sua ideia para alguém.

Conte sua história, com suas palavras mesmo, e peça para a pessoa dar um feedback brutalmente honesto. Honesto de verdade!

Isso vai ser de grande ajuda para que você não perca tempo fazendo algo que as pessoas não querem ler.

Mas atenção, não é porque uma pessoa não gostou da ideia que você deve desistir.

Se o feedback for algo como “achei ruim”, “ah, não gostei”, não adianta de nada. É apenas uma opinião.

Tem que ser algo construtivo.

Tipo “não entendi porque o personagem fez isso” ou “não faz sentido isso ter acontecido”.

Com esse tipo de ajuda você pode melhorar sua história ou até reescrever de outra maneira.

Bom, essas são as dicas que tenho para hoje! Espero que você tenha gostado. E se gostou, clica aí no curtir!

Se achar que mais alguém pode gostar das dicas, compartilhe esse vídeo por WhatsApp ou Facebook!

E não esqueça de se inscrever no canal e clicar no sininho pra ativar as notificações e ser avisado quando sair vídeo novo aqui!

Muito obrigado por assistir e até a próxima!

Deixe seu comentário