Porque você não precisa estudar o tempo todo para evoluir na carreira de programador

Porque você não precisa estudar o tempo todo para evoluir na carreira de programador

Você provavelmente já ouviu centenas de vezes essa mentira que o mercado de tecnologia quer que você acredite:

Para evoluir na carreira de desenvolvimento de software é preciso se atualizar constantemente. A tecnologia evolui muito rápido e por isso você não pode parar de aprender!

Ou seja, não viva mais nada além de trabalho e estudo.

Esse texto é pra você que já tem um certo tempo no mercado, talvez uns três ou quatro anos (ou mais), e está sentindo forte a famosa “síndrome do impostor”.

“A síndrome do impostor é caracterizada por pessoas que têm tendência à autossabotagem. Então, o indivíduo constrói, dentro da cabeça dele, uma percepção de si mesmo de incompetência ou insuficiência. Naturalmente, todo o cérebro humano possui essa pré-disposição a colocar essa sensação de incapacidade e demérito. E, dependendo do modelo mental e da forma como cada um pensa, isso pode aumentar ou diminuir essa crença, o que também pode ser reforçado pelo meio em que a pessoa se encontra”

Neuropsicóloga Keli Rodrigues no site Na Prática.org

Por que nós estamos sempre nos sentindo incapazes ou insuficientes como desenvolvedores de software?

Tem muitos motivos, mas um deles é por essa parte da citação: “reforçado pelo meio em que a pessoa se encontra“.

E também porque o mercado adora vender cursos pra você… mas esse assunto fica para outra texto.

Vamos falar do ambiente em que vivemos. O tal do “meio” que fala na citação acima.

Nós somos bombardeados por conteúdos que nos dizem que para trabalhar com computação e com desenvolvimento de software é necessário estudar o tempo todo.

Você não pode perder as novidades! Senão vai ficar para trás.

Mas será mesmo?

Vamos ver…

O estranho caso do novo framework

A primeira versão stable de um novo framework saiu há alguns meses atrás.

Se você pesquisar rapidamente no Google já vai encontrar uns 20 blog posts dizendo que ele vai derrubar todos os outros no próximo ano.

Ele é o “futuro do desenvolvimento web“.

Até a startup Unicórnio X já usa esse novo framework!“.

Aí, você, como um bom profissional que quer se manter atualizado e até pensa em se candidatar para a startup Unicórnio X um dia, adiciona o novo framework à sua lista de estudos.

Não posso ficar para trás“, você pensa.

Só que antes de fazer isso você deu uma geral nas vagas para ver quantas empresas estão procurando profissionais que usam aquele framework, certo?

Claro que não.

Mas se você procurar, vai encontrar um total de ZERO. Incluindo a startup Unicórnio X…

Isso mesmo, porque é uma tecnologia super nova que ainda nem foi testada pra valer no mercado. E talvez até a Unicórnio X só tenha feito um MVP de algo simples para testar a tecnologia…

Vamos ser realistas: você não precisa estudar esse novo framework, nem data science, nem inteligência artificial, para ter um trabalho que pague muito bem.

Na verdade você pode ter esse trabalho que paga bem usando tecnologias já consideradas ultrapassadas.

Um exemplo do mundo real

Conhece jQuery?

É uma biblioteca javascript para manipulação de DOM (frontend) que ajudou muitos desenvolvedores no passado deixando o desenvolvimento web bem mais fácil.

Ela foi lançada há mais de uma década e meia atrás.

Já faz bastante tempo que o jQuery não é mais mantido ou atualizado. Desde janeiro de 2018 pra ser exato.

Por isso muitas pessoas estão migrando seus antigos softwares para o Javascript puro, que também é conhecido como Vanilla JS, ou para frameworks como React, Vue ou Angular.

Peraí que to anotando aqui… Vanilla JS, React JS, Vue JS e Angular JS. É isso que preciso estudar agora?“, você diz.

Nah… calma.

Essa mudança dos sistemas legados não aconteceu no mês seguinte em que o jQuery parou de ser mantido.

Isso tem acontecido lentamente há anos.

Ou seja, se você tem conhecimento sólido com jQuery, você ainda tem muita oportunidade no mercado.

Eu falo isso por experiência própria.

Desde 2018, quando a biblioteca parou de ser mantida, eu já trabalhei em duas empresas que baseavam seu frontend fortemente em jQuery (e Bootstrap).

Em uma delas a minha primeira tarefa foi exatamente remover o jQuery de toda base de código, trocando para o Vanilla JS.

Meu React ainda é nível ultra iniciante e eu já criei webapps com Angular (primeira versão), mas foi há muito tempo atrás.

E mesmo assim eu trabalho remoto para uma empresa americana, ganhando em dólar, como Senior Full-Stack Engineer.

Senior Full-Stack Engineer, ou seja, eu mexo mais com o backend, mas eu tenho que lidar com frontend também.

Sou um impostor? Não.

Eu agrego muito valor para essa empresa (mesmo com meu inglês “mais-ou-menos”, assunto pra outro texto também). Por isso eles me pagam.

Quer dizer que não preciso estudar?

Obviamente alguém vai ler esse texto e achar que eu estou querendo dizer que você não precisa estudar para ser desenvolvedor de software e ganhar muito bem.

Pra você, que é inteligente, eu deixo uma citação incrivelmente óbvia abaixo.

Estude o que você precisa, não o que a internet diz pra você estudar.

Beckenkamp, Marcus

Em algum momento você pode encontrar uma tecnologia que gere valor para a empresa que paga seu salário.

Aí você vai fazer uma pesquisa. Levantar prós e contras. Apresentar para seu time e seus líderes e pegar o feedback de todo mundo.

No final, todos juntos vão decidir se faz sentido usar ou não sua sugestão de tecnologia.

Se a decisão for sim, aí você vai sentar e estudar profundamente essa nova tecnologia…

Se for não, você aprendeu algo e ainda ensinou para seus colegas sobre o assunto.

Por isso eu digo, estude o que você precisa estudar.

Se tentar estudar tudo que existe sem colocar nada em prática, você só vai estar perdendo tempo.

Mas eu deveria saber mais…

Eu sei… sempre nos sentimos assim.

Mas você se sente um impostor porque existe uma pressão para estar sempre “atualizado” com um mercado que tem milhares de pessoas criando novas coisas diariamente.

Você se sente um impostor porque acha que não sabe o bastante e os conteúdos que você lê na internet reforçam isso, mesmo sendo falácias.

Você se sente um impostor porque se compara com pessoas que tem outra realidade e que falam mais do que fazem (a.k.a muita gente na internet).

O mercado quer que você se sinta assim

Isso ajuda a vender mais cursos online de novas tecnologias.

Além de que parecer impossível ser bom na área faz com que o mercado se valorize também.

“Uau! Aquele cara trabalha para o Google, ele deve saber TUDO sobre TODAS as tecnologias.”

Só que não.

Ninguém sabe.

Sabe por que?

Porque é impossível estar atualizado de verdade.

Sim, isso mesmo.

Você não ganha seu salário para ficar atualizado com as “tendências” do mercado de tecnologia.

Você recebe dinheiro em troca de entrega de VALOR através do software que você está desenvolvendo.

Por isso você não vai ter tempo de ficar estudando tudo que aparece de “legal” por aí.

Você vai ser pago para entregar software de qualidade com tecnologias que fazem sentido pro negócio (na fase em que ele está).

“Ah, mas por isso eu queria usar tecnologia nova no projeto do meu trabalho. Pra aprender algo novo. Mas meu líder não deixa… que c*zão.”

Porque seu líder não quer que você use o novo framework

Sinto informar que a liderança não está interessada em usar o orçamento para pagar você pra aprender tecnologia nova.

Seu líder não quer que você use uma tecnologia experimental no seu projeto novo porque ele quer que você entregue um código que marque estes itens:

  • Operação estável
  • Operação escalável
  • Fácil manutenção
  • Tecnologia fácil de encontrar profissional (afinal um dia você pode ir embora e alguém tem que manter o que você fez)

Entende que seu trabalho não é aprender coisa nova? Não é experimentar com tecnologias novas?

Seu trabalho é entregar algo que faz sentido para a empresa que paga você.

É assim que você evolui na carreira.

Finalizando

Escrevi esse texto para falar sobre a falácia do “estude o tempo todo” do mercado, mas também para mostrar que você é o bastante.

O que você já sabe é muita coisa, afinal, se você não soubesse o bastante não estaria na posição em que está hoje na carreira.

Quando sentir que é menos, que é um impostor, lembre-se que você já tem valor onde está agora mesmo e que se precisar realmente aprender algo, vai conseguir.

Afinal, você já aprendeu tudo que sabe hoje. O que impediria de aprender mais coisas novas que serão necessárias para sua carreira no futuro?

Aprender novas tecnologias quando elas realmente vão gerar valor para o negócio que paga seu salário é muito mais fácil do que tentar aprender aleatóriamente só para colocar um certificado no seu Linkedin.

O mundo real tem suas necessidades e elas não batem com o mundo de blog posts e influencers, ok?

Foque em melhorar sempre.

Estude aquilo que faz sentido em um determinado período de tempo que você guarda pra isso.

Isso vai te ajudar a ter uma carreira saudável e lucrativa.

Ah! E quando terminar seu expediente, vai aproveitar a vida lá fora 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.